Recordar é viver: As privatizações dos tucanos em São Paulo

bloglimpinhoecheiroso

Privatizacao_Tucanos03Memórias do saqueio: as vendas do patrimônio público paulista por Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra foram de R$79,2 bilhões entre 1997 e 2010.

Via Transparência São Paulo

Desde 1997, os governos que ocupam o Palácio dos Bandeirantes têm-se comprometido com metas pouco divulgadas, contidas no “Acordo da Dívida” assinado entre FHC e Covas. São elas: a venda patrimônio público, o aumento das receitas próprias, a redução das despesas com o funcionalismo público, o corte dos investimentos e o bloqueio das operações de crédito.

Toda esta equação aponta para o chamado “Estado Mínimo”.

No caso da venda do patrimônio paulista, precisamos contar de forma detalhada esta história, uma verdadeira “memória do saqueio”, como no caso do excepcional filme argentino, que relata as peripécias desastrosas da política neoliberal de Carlos Menem.

São Paulo não ficou atrás no que se refere à dilapidação do patrimônio público.

Durante o período de 1997…

View original post mais 787 palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: